Amigo pet

Que Guilherme de Almeida, um dos integrantes da Semana de Arte Moderna, gostava de escrever, todo mundo sabe. Mas e sua paixão pelos cãezinhos? Sim, ele era aficionado pelos amigos pets, tanto que o túmulo de um deles está na Casa Guilherme de Almeida, um dos Museus-Casas Literários, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. Tanto Minnie quanto Ling-Ling – este último com a ‘morada eterna’ no jardim da casa -, seus pequineses de estimação, recebiam cartões com direito a dedicatória e desenho. E quem fizer a visita ao museu também pode ver os pertences dos bichinhos como, por exemplo, uma caminha muito fofa (na foto) que fica perto de onde Guilherme dormia com sua mulher, Baby de Almeida.

Veja também
+Programação